Centro de pesquisa submete macacos a experimentos de alteração genética

Por Natalia Cesana (ANDA)

Macacos confinados sofrem o terror do confinamento para experimentação (Foto: PETA)

A PETA divulgou em seu site nesta quinta-feira, dia 12 de janeiro, a realização de um terrível experimento, que mais parece uma mistura de Frankenstein com Planeta dos Macacos: as células-tronco de múltiplos embriões de macaco foram fundidas para criar uma espécie-monstro.

Vivisseccionistas do Centro Nacional de Pesquisa com Primatas de Oregon (ONPRC, na silga em inglês) fertilizaram dezenas de macacas rhesus com essas células, para que depois elas sejam abertas e seus fetos dissecados. A PETA conduziu as investigações sigilosas que expõem o terrível abuso contra os primatas.

Apenas duas macacas poderão levar a gravidez adiante e dar à luz. Mas assim como as mães, estes bebês receberão a sentença de prisão perpétua.

A ONPRC está se promovendo com o nascimento dos macacos rhesus geneticamente modificados, mas é preciso ressaltar que eles foram forçados a suportar uma longa história de abusos. Em 2007, a PETA documentou macacos constantemente amedrontados e tão traumatizados com as terríveis condições do laboratório, como o confinamento em pequenas gaiolas, que eles não andavam mais e arrancavam os próprios pelos. Sem contar os horrores a que são submetidos durante os experimentos.

Em 2008, a PETA conseguiu documentos internos da ONPRC que detalhavam mais abusos e negligência. Os pesquisadores tinham acidentalmente realizado uma cirurgia no macaco errado, repetidamente submetido alguns machos ao doloroso procedimento de eletroejaculação e se recusado a fazer uma cesariana em uma macaca doente que estava tendo um parto difícil, o que levou mãe e bebê à morte.

A PETA questionou o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que citou a ONPRC por três violações à Lei do Bem-estar Animal. Desde então, a USDA tem realizado inspeções e protocolado repetidas citações. Então por que a ONPRC ainda recebe milhões de dólares para desenvolver monstros e realizar experimentos cruéis e sem sentido em animais tão inteligentes e sensíveis?

Clique aqui para exprimir ao Instituto Nacional de Saúde que já chega de tortura e que retire o financiamento de experimentos com animais.

Assista a um vídeo investigativo da PETA (alerta: cenas de horror e tortura)

Nota da Redação: O uso de animais na experimentação, além de ultrapassado, é cruel e inadmissível em uma sociedade dotada de recursos tecnológicos, alternativas  éticas e respeito pela vida.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s