Niterói tenta instituir 'Segunda sem carne'

Por Rafael Lemos (Veja)

O “Meatless Monday”, surgido em 2003 nos Estados Unidos, vai ganhar uma versão brasileira. A prefeitura de Niterói lança no próximo dia 24 o projeto “Segunda Sem Carne”, aproveitando a presença no Rio de Janeiro do cantor Paul McCartney, um dos maiores entusiastas do movimento em todo o mundo. A ideia é que creches, escolas, supermercados e até churrascarias – sim, churrascarias – participem, com promoções e mudanças no cardápio.

“Todos vão sair ganhando, até as churrascarias. Além de poderem anunciar que estão ajudando nas questões climáticas e na preservação das florestas, os estabelecimentos também vão poder oferecer, pelo menos às segundas-feiras, novidades aos clientes”, informa Fernando Guida, que assumiu há um mês a Secretária Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade.

O programa alimentar das creches e escolas municipais vai se adequar paulatinamente a ideia da “Segunda sem carne”, respeitando os contratos já firmados com fornecedores. O secretário Guida conta que a receptividade dos donos de restaurante e supermercado têm sido boa, e acredita que muitos vão aderir à campanha.

“Pretendemos contaminar toda a cidade com esse vírus positivo. Nenhum deles se opôs à ideia até agora. Um dono de churrascaria começou a rir quando falei. Mas comecei a mostrar que poderia ser um bom negócio para ele. A imagem mais saudável será chamariz para um novo público, e ele ainda vai ganhar um certificado de estabeleciemnto amigo do meio ambiente”, argumenta.

Mais do que melhorar a qualidade de vida da população no longo prazo, o secretário argumenta que a redução do consumo de carne pode ter um impacto direto na preservação das florestas brasileiras.

“Existem estudos que apontam que o ecossistema da Amazonia é mais agredido quando sobe o preço da carne para exportação. Ou seja, o consumo de carne aumenta a chance de floresta virar pasto”, afirma Guida.

Guida diz que Paul McCartney será avisado de que seu nome está sendo associado à causa, mas não acredita na possibilidade do cantor se envolver no lançamento do projeto. No ano passado, McCartney emprestou sua imagem para a divulgação do documentário “Glass Walls” (Paredes de vidro), que denuncia as atrocidades da indústria da carne.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s