Ativistas divulgam vídeo do resgate de 38 galinhas libertadas de uma granja

Por Raquel Soldera (ANDA)

Galinhas vivem amontoadas em gaiolas apertadas (Foto: El Activista)

A organização italiana Evasione Animale (EA) divulgou um vídeo esta semana, relatando o resgate de 38 galinhas de uma granja no final de julho.

Os ativistas entraram em uma granja, localizada em Lombardia, na Italia, e documentaram a cruel exploração a que são submetidas as galinhas destinadas a produzir ovos para consumo humano.

Dentro da granja, os ativistas encontraram galinhas amontoadas em gaiolas apertadas, sem possibilidade de movimento.

Além de documentar a cruel realidade destes animais, resultado da exploração constante dos seres humanos que veem estes animais apenas como meio de produção de alimentos, os ativistas resgataram 38 galinhas, que hoje estão seguras em uma casa, onde vivem de maneira digna, longe da exploração de seres humanos.

O vídeo denuncia a exploração das galinhas pelos seres humanos que se beneficiam financeiramente daqueles que consomem ovos e carne. Os ativistas ressaltaram que a realidade desses animais é muito pior do que as imagens captadas.

Enquanto a sociedade não entender que os animais não são objetos, o tratamento ético de outras espécies não existirá. Há muitas maneiras de alcançar a libertação animal, abrir uma gaiola e salvar uma vida é importante, mas tão importante quanto isso é adotar uma alimentação vegana e parar de se alimentar de exploração e morte.

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s