Baleeiro japonês ilegal bate em navio da Sea Shepherd

Por Raquel Soldera do ANDA
Via Sea Shepherd

Às 12:09, horário da Austrália, o barco da frota japonesa Yushin Maru 3 bateu intencionalmente no navio da Sea Shepherd, Bob Barker, colocando em risco a vida da tripulação. A colisão aconteceu a cerca de 180 milhas do Cabo Darnley, no território antártico australiano.

O navio Bob Barker tinha bloqueado a rampa de lançamento do Nisshin Maru,

navio da frota baleeira japonesa, quando a colisão ocorreu. Quatro navios arpão, o Yushin Maru 1, 2 e 3 e o Shonan Maru 2, estavam circulando perto da popa e da proa do navio da Sea Shepherd. O Bob Barker não se moveu de sua posição, e o Yushin Maru 3 intencionalmente bateu no navio da Sea Shepherd, causando um corte profundo no lado do navio.

Nenhum membro da tripulação ficou ferido durante a colisão.

O Bob Barker continua bloqueando a rampa de lançamento do Nisshin Maru, impedindo a transferência de baleias mortas pelos demais barcos, e impedindo as operações de caça.

O incidente demonstra uma contínua escalada de violência por parte dos baleeiros japoneses no Santuário de Baleias do Oceano Antártico.

Segundo o capitão e fundador da Sea Shepherd, Paul Watson, “os baleeiros japoneses escaparam ilesos no afundamento do Ady Gil (leia matéria publicada na ANDA aqui) e agora acreditam que podem fazer o que quiserem, e parecem não terem dúvidas em colocar em risco a tripulação da Sea Shepherd. O que nós realmente precisamos é que os governos da Austrália e da Nova Zelândia comecem a aplicar as leis marítimas nestas águas, ou ninguém sabe o que os baleeiros farão em seguida. Cidadãos da Austrália e Nova Zelândia correm risco de morte todos os dias nessas águas”.

A tripulação do Bob Barker percebeu que o Yushin Maru 3 parou de se mover na água logo após o impacto, e parecia estar ficando para trás enquanto o Bob Barker manteve a sua posição sobre na popa do Nisshin Maru. É possível que o Yushin Maru 3 tenha se danificado na colisão.

Os últimos acontecimentos da campanha deste ano contra a caça das baleias, promovida pela Sea Shepherd, demonstram que os baleeiros japoneses estão muito mais agressivos do que nos anos anteriores

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s