Associação Voz Animal busca apoio para construir abrigo em Cuiabá

Por Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA)

A AVA, Associação Mato-grossense Voz Animal, está promovendo uma campanha para construir um novo abrigo para os animais atendidos pela entidade. O espaço atual – que acomoda 80 cães e cerca de 30 gatos – está funcionando no limite. “Muitas vezes falta lugar e não podemos ajudar pessoas que precisam de espaço para abrigar animais em situação de risco, que foram abandonados, estão perdidos ou sofreram maus-tratos”, explica Mônica Buzelle, vice-presidente da entidade.

Hoje, a sede da AVA fica numa casa no bairro Santa Cruz. Como é uma área residencial, muitos vizinhos reclamam do barulho dos animais. Há casos de pessoas que chegaram a jogar tijolos e pedras dentro do abrigo, o que coloca em risco até os voluntários que trabalham no local.

A área nova fica próxima ao Belvedere e tem 10 mil metros quadrados. Há espaço suficiente para construir vários canis e um gatil afastado dos cães. Também será possível montar uma clínica veterinária própria. “Com isso, teremos autonomia para realizar as castrações dos animais e atendimento em geral. Enfim, será um lugar adequado para dar aos animais o bem-estar que merecem”, afirma Maria das Dores Gonçalves da Silva, presidente da associação.

O desafio da entidade é conseguir recursos para a obra. O terreno, por exemplo, foi comprado a prazo e as prestações serão custeadas com as doações dos voluntários. “Não temos nenhum tipo de apoio do poder público. Mas decidimos que não adianta esperar, pois sem nosso trabalho os animais ficariam completamente desamparados”, diz Maria das Dores.

A entidade está vendendo camisetas a R$ 25 para angariar recursos. Também está pedindo doações de dinheiro e de materiais de construção, como sacos de cimentos, tijolos, areia, pedrisco e cal.

Além dos gastos com a obra, é preciso pagar os custos de manutenção dos animais. Na associação, eles recebem alimentação, vacinas e cuidados veterinários. “Muitos animais chegam doentes e conseguimos reabilitá-los, para que possam ser levados para novos lares. Mas nem todos conseguem um lar, por isso precisamos ter o abrigo nas melhores condições. Para isso, necessitamos da ajuda da sociedade”, conta Mônica Buzelle.

Ela lembra que quem gosta de animais, mas não pode ter um em casa, pode adotar um dos cães e gatos que ficam no abrigo, fazendo uma doação mensal de R$ 35. Mas o dinheiro não é fundamental para apoiar a causa. Qualquer um pode se tornar voluntário e ajudar como puder. “Só de termos pessoas que visitem o abrigo para brincar com os animais já faz um bem enorme a eles”, ressalta Mônica.

O site da AVA para mais informações é o http://www.avamt.org.br e o e-mail para contato é o
vozanimal.mt@gmail.com. Fonte: Olhar Direto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s